Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pág. 3

- Bom, quem sabe a gente se bate por ai. – Falei, quando já estava distante, ele apenas sorriu.
Eu tinha a leve impressão de tê-lo visto em algum lugar, mas não me lembrava onde. Quando voltei à minha sala, ele estava lá, sentado bem atrás da minha cadeira. Fingi que não o vi e sentei. A aula passava muito lentamente, eu contava os minutos pra correr para casa. Então o sinal finalmente tocou, e o garoto da cadeira de trás não me deixou sair sem antes falar comigo:
- Ta fugindo de mim, ta com medo? Alguma coisa do tipo? – Ele falava, brincando.
- Não ué, nem te conheço.
- Ta, então... Meu nome é Oliver, e o seu?
- Ana Júlia. – Sorri e estendemos nossas mãos, não queria o famoso, beijinho de um lado, beijinho do outro por que seria muita intimidade.
- Nome bonito. – Ele sorriu e fez cara de bobo. Nós rimos.
- Essa não colou. – Falei.
- Percebi. – Ele riu.
Saímos da sala de aula calmamente, ele conversava comigo, dizia o que gostava de fazer, falava sobre sua vida e tudo isso em menos de 20 minutos. O Oliver é lindo, charmoso, encantador, esperto e gentil, mas não me despertava interesse nele, eu não conseguia imaginar um futuro com ele. O tempo passava e logo percebi que o colégio já estava deserto. Olhei para o relógio e Apressei-me:
- Olha a hora! Tenho que ir.
- Ta bom então, amei te conhecer Jú, notei que você é muito confiável. – Ele me olhou nos olhos, falava com sinceridade.
Abraçamos-nos, agradeci e fui embora.

Quando cheguei em casa, minha mãe havia perguntado o por que da demora, e avisou que o almoço já estava na mesa. Mas, antes de comer, subi pro meu quarto e tomei um banho, daí meu computador fez um barulho estranho, anunciando a chegada de uma nova mensagem:

Você acaba de receber uma mensagem de: Ψ Anderson Live.
“Oi? Poderíamos nos conhecer? Moro na mesma cidade que a sua. Se puder me responder, agradeço.”
Confesso que fiquei bem assustada, que nome era aquele? Da onde era aquele Homem, garoto, sei lá. Não fazia a mínima idéia de quem era aquela pessoa e quais eram suas intenções, logo pensei nos prós e contras da internet. Sinceramente, não sabia se respondia ou não, mas a curiosidade falou mais alta, então digitei:
“Bom, Olá! Não sei quem você é, me conhece de onde?”
Enviei e fui ao meu banho. Saindo, não revistei o computador a procura de uma mensagem nova, apenas desci as escadas e fui comer. Fiquei no sofá, assistindo TV por uma hora, acabei cochilando. Quando acordei, fui ao meu quarto e meu computador novamente estava fazendo o barulho estranho, era outra mensagem:
“Não te conheço, mas você me adicionou no seu blog semana passada, não lembra?”

[...]

0 comentários:

Postar um comentário

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital